As vinícolas de Stellenbosch (parte 1)

Conheça as vinícolas Sul Africanas da Região de Stellenbosch

Este post será dividido em duas partes pela variedade de vinícolas visitadas em Stellenbosch. Ainda na Cidade do Cabo, alugamos um carro para fazer esse tour pela região, que fica a 50km de distância. Stellenbosch é a segunda colônia europeia mais antiga da África do Sul e seus vales são a principal área de produção vinícola sul-africana. A rota do vinho é bastante conhecida, e foi para lá que nos dirigimos, um tanto atrapalhados com um carro de “mão inglesa”. No primeiro dia tivemos dificuldades para nos acostumar ao volante do lado direito, mas enfim, chegamos ao The Avenue Guest Lodge, uma pousadinha muito graciosa, bem decorada, em uma casa holandesa restaurada. Atendimento nota 10.

IMG_20180707_181300171
Alguns dos vinhos degustados no passeio

Longridge, uma das vinícolas que visitamos, fica a 15 minutos do centro da cidade. Atendem somente a grupos com hora marcada, porém, por sorte, abriram uma exceção para nós. A vinícola tem mais de 175 anos, produz vinhos brancos, tintos e espumantes.. Serviram seis vinhos que degustamos na varanda junto a um belo jardim.

Longridge.
A entrada da Longridge

Os vinhos são muito bons, compramos o tinto ultra-Premium “Ekliptika”, que custou cerca de 480 rands (R$110,00). O assemblage de corte bordalês (cabernet franc, merlot e cabernet sauvignon) tinha elevada acidez, muita fruta madura, agradável tostado e final com persistência longa. Um vinho para guardar por muitos anos. Ao final, ainda ganhamos um guia de vinhos de presente.

Longridge jardim
Jardins de Longridge

Saindo de lá, fomos até a Meerlust, percorremos uma alameda de carvalhos e palmeiras intercaladas, cerca de 1km até chegar à sede da empresa. Situada em uma casa antiga, arquitetura clássica holandesa, a vinícola é emoldurada por um belo lago em um dos lados e os vinhedos do outro. Suas instalações são rústicas, já o atendimento nada tinha de rústico, todos os funcionários sabiam muito do que estavam falando.

Merlust
Meerlust e sua estrutura clássica

Provamos 5 vinhos que gostamos muito, particularmente o “Rubicon” (corte de Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc), que nos impressionou. Compramos duas garrafas para levar por 390 rands cada uma. 

merlust 2
A entrada da Meerlust

À tardinha, chegamos a vinícola Tokara. A visita é de tirar o fôlego, fantástica! A estrutura é moderna, grandiosa, com uma grande sala de degustações com muito vidro, esculturas e tapeçarias. Degustamos ótimos vinhos com uma linda vista do pôr do sol sobre os vinhedos.

Tokara
Degustação da Tokara

O valor da degustação é de 50 rands, com cinco vinhos degustados. Contratamos o “tasting for share”, onde se divide a degustação entre o casal. Por fim, nos agradou muito o Sauvignon Blanc, o Sémillon e o pinotage desta vinícola. Compramos o Pinotage Limited Release que custou 315 rands.

No próximo post, falaremos sobre outras quatro vinícolas da região de Stellenbosch.

Dúvidas ou sugestões, comentem abaixo! Curtam nossa página do Facebook e fiquem por dentro dos próximos posts!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s