Os 14 Melhores Vinhos Tintos Brasileiros

A melhora da qualidade dos vinhos brasileiros tem surpreendido nos últimos anos. Muitas vinícolas nacionais estão investindo em equipamentos mais modernos, as videiras estão tendo um cuidado especial e novas regiões produtoras estão surgindo. Além disso, o consumidor tem muito mais informações sobre os produtores e a qualidade dos vinhos podem ser consultadas na web com poucos “clics” do mouse.

Nesse post, o “Vinho a Dois” colocou somente os vinhos tintos nacionais, na categoria “Destaques”, “Grandes Destaques” e “Melhores do Ano”, com pontuações iguais ou superiores a 90 pontos, em todas as faixas de preço. Vocês verão que alguns vinhos tem o preço mais simpático que outros e se não forem encontrados em lojas especializadas, podem ser comprados com facilidade pela internet.

Segundo o “Guia Adega” edição 2015-2016, da editora Inner, os melhores vinhos tintos do Brasil, são os seguintes:

 

pizzato dna

92 pontos: PIZZATO DNA 99 merlot 2011                                           Preço: R$ 180,00

 

guaspári

91 pontos: GUASPARI VISTA DA SERRA syrah 2012                         Preço: R$ 148,00

 

large_lidio-carraro-grande-vindima-merlot

91 pontos: LIDIO CARRARO GRANDE VINDIMA merlot 2008           Preço R$ 148,00

 

cuvee

91 pontos: LUIZ ARGENTA CUVÉE  2009                                             Preço R$ 210,00

 

maximo-boschi-merlot_small

91 pontos: MAXIMO BOSCHI merlot 2006                                              Preço R$ 114,00

 

lote43site1

91 pontos: MIOLO LOTE 43  2012                                                            Preço R$ 129,00

 

concentus

91 pontos: PIZZATO CONCENTUS GRAN RESERVA  2010                  Preço R$ 102,00

 

MioloQuintadoSeivalCastasPortuguesas

91 pontos: QUINTA DO SEIVAL castas portuguesas 2013                   Preço R$ 87,00

 

alto das figueiras

90 pontos: ALTO DAS FIGUEIRAS touriga nacional 2013                   Preço R$ 68,00

 

dedicato

90 pontos: MONTE PASCHOAL DEDICATO tannat 2013                    Preço: R$ 84,00

 

alicante

90 pontos: PIZZATO RESERVA alicante bouschet 2009                     Preço: R$ 75,00

 

pizzato

90 pontos: PIZZATO RESERVA tannat 2010                                           Preço: R$ 66,00

 

valmarino

90 pontos: VALMARINO ANO XVIII cabernet franc 2012                   Preço: R$ 99,00

guatambu

90 pontos: VINHO DA ESTÂNCIA tannat 2013                                       Preço: R$ 42,50

 

Compartilhe essa lista com seus amigos!

Até o próximo post.

 

 

 

Anúncios

10 Bons vinhos para trazer do Chile (com bom preço).

 

13170606_842150522597801_2060546382_o

Segundo o guia de vinhos mais importante do Chile, “Descorchados” edição 2016, existe uma série de vinhos que tem um ótimo preço para a qualidade apresentam.

Se você pretende ir ao Chile em breve, dê uma olhada nessa listagem de vinhos tintos  proposta pelo periodista chileno Patrício Tapia.

Aproveite e salve esta lista no seu celular.

Vale a pena conferir.

 

Esse é o grande vencedor dos vinhos com super preço.

92 pontos – KORTA BARREL SELECTION RESERVA – cabernet franc 2014

Preço: R$ 25,60  ($ 4.800 pesos)

91 pontos – BOUCHON FAMILY WINES RESERVA – malbec 2014

Preço: R$ 24,50  ($ 4.590 pesos)

91 pontos – BOTALCURA ELEMENTO – cabernet sauvignon 2015

Preço: R$ 26,60   ($ 4.990 pesos)

90 pontos – SIEGEL CRUCERO COLLECTION – carmenere 2014

Preço: R$ 18,66   ($ 3.500 pesos)

90 pontos – EL AROMO RESERVA PRIVADA – malbec 2014

Preço: R$ 19,65  ($ 3.686 pesos)

90 pontos – MARTY LOVE – cabernet sauvignon- carmenere 2014

Preço: R$ 21,30  ($ 3.990 pesos)

90 pontos – VINEDOS PUERTAS EL MILAGRO – syrah 2012

Preço: R$ 22,90   ($ 4.290 pesos)

90 pontos – BOUCHON FAMILY WINES RESERVA – cabernet sauvignon 2014

Preço: R$ 24,50   ($ 4.590 pesos)

90 pontos – MARTY ILAIA – carmenere 2013

Preço: R$ 26,60   ($ 4.990)

13113061_842143872598466_924309536_o
Ricardo garimpando bons vinhos no Chile

Se você também já provou algum desses vinhos, por favor comente!

Em breve, falaremos de vinhos especiais para trazer do Chile, mas que requerem um investimento maior.

Até o próximo post.

 

Guias de Vinhos – Como garantir uma boa compra

Na nossa opinião, os guias anuais de vinhos traduzem o final de todo o esforço dos vinicultores. Achamos que a utilização dos guias anuais facilitam barbaramente o aprendizado para saber “quem é quem” no complexo mundo dos vinhos. No Brasil, o assunto é um tanto polêmico e existe pouco material para pesquisa e estudo. No momento, o guia brasileiro mais respeitado é o “GUIA ADEGA VINHOS DO BRASIL” da editora Inner que já está na sua quinta edição (R$39,90 – edição 2015-16). Com  160 páginas e 550 rótulos avaliados às cegas de cerca de 70 vinícolas, ele nos dá um panorama da qualidade dos vinhos de todo o território nacional.

12596633_811623098983877_1304674127_o
Parte do nosso pequeno acervo!

Em outros países como a França , Espanha e Itália existem guias com cerca de 1400 páginas e mais de 10 mil vinhos avaliados.  Em todas as nossas viagens enoturísticas fazemos questão de entrar em boas livrarias para encontrar as novas edições dos guias de avaliação de vinhos.

12874423_811623155650538_1574908825_o
Guias da Espanha e da Itália
12874227_811623178983869_843539862_o
Guias Franceses

Os  guias são o primeiro passo para encontrar vinhos muito bons por um preço excelente, visto que já foram avaliados e aprovados por profissionais do ramo.  Algumas editoras já estão disponibilizando guias para download no computador pessoal e telefone celular, mas na minha opinião, não oferece o mesmo prazer de um livro sendo manuseado em uma poltrona com a companhia de um bom vinho.

12887289_811623042317216_444831536_o
O Guia Descorchados é um dos mais conhecidos no Brasil

O guia Descorchados é o mais conhecido no Brasil e conta com a avaliação de vinhos argentinos, chilenos, uruguaios e espumantes brasileiros. Há algum tempo os vinhos brasileiros também faziam parte do guia (na edição 2010). Por algum motivo desconhecido, acabaram saindo!

12528477_811623175650536_2127917331_o

Guias da Argentina – Austral Spectator

O nosso favorito, é o “Guia de Vinos de Chile” que adquiria as amostras para avaliação diretamente nos supermercados e lojas especializadas, não recebendo, portanto, dos produtores. A avaliação era realizada às cegas por 60 enólogos, infelizmente o guia encerrou as edições em 2010.

12380999_811640755648778_1660441056_o
Nosso guia preferido

A experiência nos mostra que algumas vezes um vinho muito caro pode não ser tão bom quanto um vinho com preço mais modesto. E é exatamente isso que os bons guias de vinhos nos demonstram. Invista o que for justo na compra da sua próxima gloriosa garrafa de vinho.

Sugestão de bons guias:

Brasil: Guia Adega – Vinhos do Brasil

Portugal: Vinhos de Portugal – João Paulo Martins

França: Bettane e Desseauve,  Des meilleurs vin de France e Hachette des vins

Itália: Gambero Rosso

Espanha: Guia Penin

Argentina: Austral Spectator

Alemanha: Gault Millau – WeinGuide Deutschland

Austrália: James Halliday – Australian wine Companion

Nova Zelândia: Michael Cooper’s  Buyer’s guide

Chile: Descorchados e Guia de Vinos de Chile

Esperamos que tenha gostado. Se você tiver outros guias que ache interessante, comente aqui e vamos trocar experiências!

Até o próximo post!

Livros e Vinhos

12822971_802177173261803_564704501_o

Assim como uma boa viagem, muitos livros também conseguem nos despertar para o mundo do vinho. Fizemos uma lista dos nossos preferidos. Sugestão: Abra uma garrafa de um belo vinho, sirva uma taça, sente-se em algum lugar confortável e então mergulhe em uma das opções abaixo.

  1. Vinho e Guerra de Don e Petie Kladstrup – 253 páginas – Os franceses, os nazistas e a batalha pelo maior tesouro da França.
  2. La bodega de Noah Gordon – 325 páginas –  É um canto de amor à Espanha e seus vinhos.
  3. A Viúva Clicquot de Talar J.Mazzeo – 302 páginas – A história do champagne e o empreendedorismo da lendária Veuve Clicquot.
  4. O connaisseur acidental de Lawrence Osborne – 291 páginas – Uma viagem irreverente pelo mundo do vinho.
  5. Como um rei na França de Amaury Temporal – 167 páginas –  Sem pretender ser um guia de vinhos ou guia gastronômico, através da narração, traz um conjunto de referências à lugares onde se come muito bem e se bebe de forma incomparável.

 

E aí? Já leu algum desses? Tem mais livros para colocar na lista? Envie nos comentários!